Pages

ELEIÇÕES 2013

quinta-feira, 10 de junho de 2010

Minha casa minha vida e a Rodobens

SOBRE O PROGRAMA
A Rodobens Negócios Imobiliários conta tudo que o Programa Minha Casa, Minha Vida vai fazer por você.

Por que o Governo criou esse programa?
O Programa Minha Casa, Minha Vida foi criado para diminuir a falta de casas para os brasileiros, chamada de déficit de moradia ou déficit habitacional. Com o programa, a população vai ter ainda mais acesso a casa própria, e serão gerados mais empregos e renda para os brasileiros, pois o investimento na construção civil vai aumentar.

Quantas casas vão ser construídas?
Será construído 1 milhão de moradias, com um investimento de R$ 34 bilhões. O número parece grande? Pense no tamanho do Brasil. Vai acabar rápido, concorda? Então seja mais rápido e procure agora mesmo um plantão de vendas Terra Nova ou Moradas e garanta sua unidade.

Quem vai poder fazer o financiamento?
As famílias que ganham até 10 salários mínimos (R$ 4.650,00).

Quais são as faixas de financiamento?
O Governo Federal e a Caixa prepararam 3 faixas de financiamento da casa própria, de acordo com o valor da renda familiar. Veja abaixo:

• Renda Familiar de 0 a 3 salários mínimos (até R$ 1.395,00)
• Renda Familiar de 3 a 6 salários mínimos (de R$ 1.395,00 a R$ 2.790,00)
• Renda Familiar de 6 a 10 salários mínimos (de R$ 2.790,00 a R$ R$ 4.650,00)

Quem tem renda familiar acima de 10 salários mínimos (mais de R$ 4.650,00) não vai poder financiar?
Vai, sim. As famílias desta faixa de renda não estão contempladas no Programa Minha Casa, Minha Vida, mas também ganharam vantagens. Confira:

• Quem tem Renda Familiar maior que 10 salários mínimos vai poder financiar imóveis de até R$ 350.000,00
• O FGTS (Fundo de Garantia por Tempo de Serviço) vai poder ser usado para financiamento de casas ou apartamentos de até R$ 500.000,00.
A Rodobens Negócios Imobiliários também oferece opções de imóveis para esta faixa de renda.

Por que tem essa separação por faixa de renda?
O Programa Minha Casa, Minha Vida separou os financiamentos por faixas de renda para facilitar a vida de todos, independente de quanto ganham. Afinal, todo brasileiro que trabalha e batalha o dia-a-dia merece ter a sua casa.

O que é Renda Familiar?
É uma conta bem simples. Você chega ao valor total da Renda Familiar, juntando o valor dos salários de quem trabalha na família: marido, esposa e filhos. Por exemplo:

> Marido ganha R$ 465,00
+ Esposa ganha R$ 465,00
+ Filho ganha R$ 465,00
= Renda Familiar de R$ 1.395,00



Financiamento
Existe um limite de valor pra financiar?
Os valores estão divididos por cidades. Veja na tabela abaixo em que região você está e quanto você pode financiar:



Localização
Valor

Regiões metropolitanas de São Paulo, Rio de Janeiro ou Distrito Federal R$ 130 mil

Cidades com mais de 500 mil habitantes, capitais dos outros estados e cidades que fazem limite com elas R$ 100 mil

Demais Cidades R$ 80 mil


Vou ter de pagar juros? Quanto?
Você vai pagar juros bem baixos. Veja como era e como ficou.



Renda
Antes
Agora

3 a 5 salários mínimos
(R$ 1.395 a R$ 2.325)
5% de juros ao ano.
E só podia aproveitar quem tinha Renda Familiar máxima de R$ 1.875
5% de juros ao ano.
E pode aproveitar quem tem Renda Familiar máxima de R$ 2.325


5 a 6 salários mínimos
(R$ 2.325,00 a R$ 2.790,00)
8,16% de juros ao ano 6% de juros ao ano
6 a 10 salários mínimos (R$ 2.790,00 a R$ 4.650,00) até 12% de juros ao ano 7,66% juros ao ano
(gerado pelo simulador CEF)

Quanto o Governo Federal vai dar de subsídio (incentivo) pra que eu possa comprar a minha casa?
Isso foi outra coisa que mudou, e pra muito melhor. Confira na tabela quanto o Governo dava de incentivo para cada valor de imóvel e faixa de renda familiar e quanto vai ser dado a partir de agora.

(consulte a tabela no site)

É verdade que vai ter prestações de R$ 50,00 por mês?
Sim, se a sua família tem Renda Familiar de até 3 salários mínimos (R$ 1.395,00), vocês poderão pagar parcelas de R$ 50,00.

Como vão ser os financiamentos?
• Se a sua Renda Familiar está na faixa de até 3 salários mínimos, você vai contar com financiamento total. E nem vai precisar pagar o seguro. O Programa paga pra você.

• No caso de estar na faixa de Renda Familiar de 3 a 6 salários mínimos, você vai poder financiar parte do imóvel, com valores de seguro bem mais baixos e acesso ao Fundo Garantidor.

• Renda Familiar é de 6 a 10 salários mínimos: compra com valores de seguro menores e acesso ao Fundo Garantidor.

Quanto eu vou ter de pagar de prestação?
O Programa Minha Casa, Minha Vida quer mais é que você seja feliz. Nada de prestação alta para tirar o seu fôlego financeiro e deixar você inadimplente. O valor máximo de prestação que você vai pagar é de 20% da renda familiar. Exemplo: se a renda da sua família é de R$ 1.200,00, o valor máximo de prestação vai ser de R$ 240,00.

O que é o Fundo Garantidor?
Um fundo criado pelo Governo Federal e pela Caixa, especialmente para você não correr riscos. É ele que vai garantir a entrega da sua casa. Com o Fundo Garantidor, você vai pagar bem menos de seguro. E se a sua Renda Familiar for de 0 a 3 salários mínimos, o Governo banca o seguro pra você.



Informações Adicionais para Renda Familiar de 3 a 6 salários mínimos
Quantos imóveis terá para esta faixa de renda?
Seja rápido, senão vai faltar casa. Serão construídas 400.000 moradias para famílias que ganham de 3 a 6 salários mínimos.

Quanto a União vai investir?
Vão ser investidos R$ 10 bilhões, sendo R$ 1,5 bilhão pela União e R$ 7,5 bilhões pelo FGTS.

Onde vou encontrar o programa?
Você vai contar com as facilidades do Minha Casa, Minha Vida nas capitais e regiões metropolitanas, em cidades com mais de 100 mil habitantes. E também nas cidades entre 50.000 e 100.000 habitantes em condições especiais.

Quem eu devo procurar?
Vá aos plantões de venda dos condomínios fechados Terra Nova ou Moradas em sua cidade. A Rodobens Negócios Imobiliários está alinhada ao programa e também recebe inscrições.

Se você estiver em uma região que não tenha nenhum desses condomínios, procure a Prefeitura da cidade, o Governo do Estado ou movimentos sociais para fazer o seu cadastro.

Tem alguma condição que eu preciso cumprir?
Para começar uma nova vida, você precisa atender a poucas condições. Veja como é fácil:

1) Você não pode ter feito nenhum financiamento do SFH (Sistema Financeiro de Habitação).

2) Você não pode ter usado seu FGTS (Fundo de Garantia por Tempo de Serviço) em nenhum financiamento depois de 1º de maio de 2005.

3) E, é claro, você não ter pode casa própria.

Vou ter alguma garantia?
Você pode ter a sua casa com muita tranquilidade. O Fundo Garantidor oferece refinanciamentos em caso de imprevistos como perda de renda ou perda de emprego durante todo o contrato. Só para isso, o Governo reservou R$ 1 bilhão.

Quantas prestações o Fundo Garantidor segura para mim?
Você pode usar o Fundo e renová-lo a cada seis meses, caso não tenha conseguido recuperar a sua renda ou tenha conseguido um novo emprego. O número de parcelas garantidas muda de acordo com a sua Renda Familiar. Confira:

• Se a sua Renda Familiar for de 3 a 5 salários mínimos (R$ 1.395,00 a R$ 2.325,00), o Fundo garante até 36 prestações, com renovação a cada 6 meses.

• Se a sua Renda Familiar for de 5 a 6 salários mínimos (R$ 2.325,00 a R$ 2.790,00), o Fundo garante até 24 prestações, nas mesmas condições.

Tem alguma condição pra eu conseguir o apoio do Fundo Garantidor?
Para usar o Fundo, você precisa ter pago pelo menos 6 prestações do contrato e comprovar a sua perda de renda ou de emprego através de documentos. Também é preciso pagar 5% da prestação refinanciada, E até nisso tem boa notícia: esse valor volta para você como bônus, se você conseguir pagar o refinanciamento sempre em dia. Além disso, existe um pequeno pagamento de 0,5% do valor da prestação como contribuição para o fundo.
Exemplo:
Sua prestação é de R$ 200,00. Perdendo renda ou emprego e utilizando o Fundo Garantidor, você vai pagar, durante 6 meses, apenas R$ 11,00. Ou seja: 5% da prestação (R$ 10,00) + 0,5% de contribuição (R$ 1,00).

Como funciona o seguro do Fundo Garantidor?
São aquelas situações que a gente não gosta de pensar, mas que podem acontecer. O Governo Federal quita todo o seu financiamento, caso surjam situações como:

• Morte ou invalidez permanente.
• Pagamento de danos físicos ao imóvel, desde que não sejam resultado de mau uso ou falta de cuidado.

Quanto será investido nesse seguro?
O Governo vai investir R$ 1 bilhão.

E quanto esse seguro vai custar para o meu bolso?
Isso depende da sua Renda Familiar. O seguro pode até não custar nada. Veja só:

• Se a Renda Familiar for de até 5 salários mínimos (R$ 2.325,00), não tem cobrança.
• Se for de 5 a 10 salários mínimos (R$ 2.325,00 a R$ 4.650,00), você paga apenas a contribuição ao Fundo Garantidor, que mesmo assim, sai bem barata. Veja quanto era pago de seguro até agora, e quanto vai ser pago no novo Programa Minha Casa, Minha Vida, na tabela abaixo:



Idade do mutuário Percentual da prestação que vai para o seguro
Antes do Programa Depois do Programa
21 4,13% 1,50%
26 4,25% 1,54%
31 4,52% 1,64%
36 5,00% 1,82%
41 7,13% 2,59%
46 8,32% 3,02%
51 18,28% 6,64%
56 18,28% 6,64%
61 35,09% 6,64%



Como eu vou poder comprar um imóvel da Rodobens Negócios Imobiliários?
A Rodobens está em linha com o programa do Governo e vai oferecer unidades do Terra Nova ou Moradas através do programa.

1º passo: a Rodobens apresenta seus projetos, sozinha ou em parceria com Estados, Municípios, Cooperativas e movimentos sociais.

2º passo: a Caixa vai analisar os projetos e contratar as obras. Mais uma garantia para você.

Como vão ficar os gastos de registro do imóvel?
Tem coisa melhor que pagar muito menos? O registo dos imóveis vai ficar 90% mais barato para quem tem Renda Familiar de 3 a 6 salários mínimos. Exemplo: se os gastos de registro de um determinado imóvel em cartório custavam R$ 800,00, passarão a custar apenas R$ 80,00.

E mais: de preferência, o imóvel deve ser registrado em nome da mulher.



Benefícios do Programa
Você, como brasileiro, merece. E vai poder morar com dignidade. O Governo Federal e a Caixa Econômica Federal fizeram o maior programa habitacional que já se viu, o Minha Casa, Minha Vida. E com a Rodobens Negócios Imobiliários, você já pode aproveitar o programa para morar em um condomínio fechado Terra Nova ou Moradas, com muito lazer e segurança. E o melhor: você vai mudar rápido e pagar pouco.

Além dos benefícios já mencionados neste site, destacamos abaixo algumas informações importantes:

O que o programa vai me trazer de bom?
O Programa Minha Casa, Minha Vida vai ter todas as vantagens que você sempre quis. E a Rodobens Negócios Imobiliários vai oferecer todas as facilidades para você ter a sua casa. Veja só como vai ser fácil:

• Morando no que é seu, tudo vai ficar mais fácil: você só começa a pagar depois da entrega do imóvel.

• Se o valor do imóvel que se enquadra na sua Renda Familiar for maior, você pode escolher pagar uma entrada e diminuir o número de prestações.

E como ficam os gastos com cartório, que costumam ser bem pesados?
Pode ter certeza de que estes gastos vão ficar bem mais leves para o seu bolso. Os custos de cartório serão bem menores e até mesmo grátis, para quem tem Renda Familiar de 0 a 3 salários mínimos. O Governo e o FGTS vão assumir a maior parte dos custos.

fonte :http://www.minhacasaminhavida.com.br/index.php

4 comentários:

  1. MEU QUERIDO AMIGO SOU DA CIDADE DE ITAPETININGA FIZ A INSCRIÇÃO TUDO MAS ATÉ AGORA NÃO TIVE RETORNO TENHO O NUMERO DO CADASTRO GUARDADO , MAS ME DIZ UMA COISA SE A PESSOA TIVER COM NOME EM SPC / SERASA O MESMO TERÁ UMA CHANCE DE REALIZAR SEU SONHO DA CASA PROPRIA ..

    ResponderExcluir
  2. por que nao responderam a pergunta anonima tem ou nao chance esclarecam o amigo

    ResponderExcluir
  3. quem se benefiace disso sao as pessoas com situacoes financeiras boas e que consiguiriam financiar qualquer outro imovel quem realmente precisa nao consegue

    ResponderExcluir

menu